A Moda da década de 60 está voltando. Você sabe o que usar?

1960, a década das revoluções, está de volta. Símbolo da liberdade e da jovialidade, da rebeldia ingênua, da moda como sinônimo de comportamento, do psicodélico e ao mesmo tempo do romântico.

Vestidos de tubinho e em linha reta, roupas espaciais, fluorescentes e metálicas, calças cigarettes, cabelos volumosos, sapatos com saltos e bicos quadrados, formas geométricas, joias com pérolas e outras pedras preciosas – exuberantes tanto em tamanho quanto em formato.

1960, a década das revoluções.

Contextualização Histórica

 

A geração “baby boom”, do auge da prosperidade econômica dos Estados Unidos, já não existia mais. A nova década começava junto com o Rock n’ Roll e o rebolado frenético de Elvis Presley.

A década de 60 marcava a vez do jovem, o rompimento dele com os mais velhos, buscando por liberdade tanto no modo de se vestir como na maneira de agir e pensar. Registrando assim, o rompimento com uma sociedade essencialmente consumista e conservadora.

O período também foi marcado por movimentos contra o racismo e a segregação e pela valorização da mulher e dos seus direitos. A política, a arte, a música, o cinema e a moda estavam em evidência e demonstravam os anseios da humanidade.

O mundo e o Brasil passavam por diversas mudanças naquela década. Veja o resumo dos fatos mais importantes:

Clique na Imagem para aumentá-la

Panorama geral do contexto histórico das mudanças de 1960
Panorama geral do contexto histórico das mudanças de 1960

“Os avanços na medicina, as viagens espaciais, o Concorde que viaja em velocidade superior à do som, são exemplos de uma era de grande desenvolvimento tecnológico que transmitia uma imagem de modernidade. Essa imagem influenciou não só a moda, mas também o design e a arte que passaria a ter um aspecto mais popular e fugaz.” (Fonte: Portal São Francisco)

 

1960 e a Moda

 

Minissaia, maior tendência da década

A liberdade desejada – e alcançada – proporcionou aos estilistas da época, como Yves Saint Laurent, Ossie Clark, Jean Muir, Zandra Rhodes, Bill Blass, Anne Klein e Oscar de la Renta, construírem seus estilos próprios. A moda deixa de possuir uma mesma cara para tudo e abre portas para a singularidade de cada um. Era o fim da moda única.

1960: o fim da moda única
1960: o fim da moda única

Com isso, encontramos roupas com estilos bem diferentes entre si no decorrer dessa década. Algumas mais ousadas, com formas geométricas, cores fortes e fluorescentes. Temos também roupas mais românticas, com estampas xadrez, camponesas e florais. Por último, a moda dos hippies, precedendo os anos 70 e a sua busca pela paz e pelo amor.

Moda Hippie
Moda Hippie

A minissaia (ideia de André Courrèges difundida por Mary Quant), as calças para as mulheres, roupas unissex, (calça jeans e camisas sem golas), o smoking para mulheres, por Yves Saint Laurent, entre outros modelos, marcaram a década e demonstram a quebra com os antigos parâmetros da sociedade.

Smoking Feminino
Smoking Feminino

A Nouvelle Vague (movimento artístico do cinema francês), os astros do Rock n’ Roll, como Elvis, Beatles e os Rolling Stones, e até mesmo as sensações obtidas com o uso de drogas ilícitas, eram fonte de inspiração para os estilistas daquela época.

 

A Maquiagem nos anos 60

A maquiagem era item indispensável na produção das meninas de 1960. Os olhos eram sempre bem marcados e os batons variavam em tons clarinhos chegando ao branco.

A atriz e modelo Twiggy, simboliza não somente a maquiagem da época – com seus cílios inferiores sempre marcados com delineador – como também, tornou-se ícone da década por ser muito magra, manter o cabelo curtíssimo e abusar da minissaia, invenção da década.

 

Twiggy
Twiggy

1960 e a exuberância de suas joias

 

Assim como as roupas da época, as joias foram marcadas por cores fortes, formatos geométricos, pedras preciosas, pérolas, exuberância e estilo.

 

Anel de Pérola Vecchio Joalheiros
Anel de Pérola Vecchio Joalheiros
Joia pertencente à Elizabeth Taylor de 1960
Joia pertencente à Elizabeth Taylor, de 1960
Bracelete em ouro amarelo, com esmeraldas, safiras e diamantes, de 1960.
Bracelete Bvlgari em ouro amarelo, com esmeraldas, safiras e diamantes, de 1960.
A década de 60 é a marcada pela exuberância de suas joias
Tiara 1960

2 comments On A Moda da década de 60 está voltando. Você sabe o que usar?

  • Gosto bastante dos anos 60 porque foi uma grande revolução no mundo. E a moda, como sempre, acompanha isso.

    Além do mais, nunca perdemos algumas coisas inventadas naquela época, como a minissaia.

    Quanto as tendências daquela década que estão voltando, já havia reparado alguns vestidinhos retos por aí. Só não vi ainda peças com formas geométricas, será que ainda vem ? Seria engraçado!

    Ótimo post!

  • Vecchio Joalheiros

    Olá Gabriela, tudo bom ?

    Você tem razão, algumas marcas possuem em suas coleções vestidos retos, de tubinhos e com golas evasê. Quanto às formas geométricas, é possível encontrá-las no próprio formato dos vestidos e em algumas estampas bem sutis.

    Obrigada pela visita e pelo comentário!

Leave a reply:

Your email address will not be published.

*


*

Site Footer